Acorda Brasil: Compare antes de investir

-- PUBLICIDADE --

Quando entramos em um supermercado, encontramos a nossa disposição diversas sessões, com tipos de produtos diferentes, correto? Em cada uma dessas sessões temos a nossa disposição diversas marcas com produtos distintos, com as mais diversas características para a nossa escolha.

A partir das opções, nós avaliamos qual o produto atende melhor as nossas expectativas e objetivos para então definir a nossa escolha e fechar a compra. Esse é o caminho natural de escolha de qualquer consumo, seja um automóvel ou um shampoo. A minha pergunta é: é assim que você investe?

-- PUBLICIDADE --

Sim, isso mesmo, em relação aos seus investimentos, antes de definir pelo produto A ou pelo produto B, você avalia diferentes marcas, com diferentes características e principalmente o seu preço antes de fechar o negócio ou aceita a primeira recomendação do seu gerente?

Como comparar investimentos
Como comparar investimentos

Fique atento na hora de investir seu dinheiro

Você compraria um carro popular, como exemplo um GOL, pelo preço de R$100 mil? A sua resposta provavelmente seja um sonoro não. Eu posso afirmar, com toda a propriedade de quem roda o país ensinando novos e experientes investidores a remunerar melhor o seu patrimônio, que no ambiente dos investimentos a grande maioria dos brasileiros está comprando Gol a R$100 mil.

-- PUBLICIDADE --

Veja também: Como conseguir o cartão de Crédito Marisa com crédito facilitado.

Motivos para “acreditar” no Brasil

A população brasileira passa por um momento único em sua história financeira.

  • Somos a 6ª maior economia do mundo;
  • Temos uma taxa de juros real decrescente;
  • Possuímos uma política de inflação e de câmbio sob controle;
  • Somos um país com avaliação de risco “grau investimento”;
  • O País possui reservas internacionais robustas e um inevitável e fadado crescimento para as próxima décadas;
  • O brasileiro está ganhando mais;
  • Enquanto há 10 anos nas campanhas eleitorais, nós ouvíamos como meta ter um salário mínimo de 100 dólares, atualmente temos um salário mínimo de 300 dólares;
  • Toda população que ganha mais, fica mais rica e com mais reservas;
  • Essas reservas precisam ser colocadas em algum lugar e é aí que vem o grande problema;

O Brasileiro precisa “acordar” para os investimentos

A população brasileira não aprendeu a investir. A grande maioria dos investidores consomem produtos com baixa rentabilidade e com altas taxas sob o argumento de que é mais seguro ou de que dá muito trabalho aprender, ou pior ainda, que para ter bons investimentos é preciso ter muito dinheiro. Mito!

Isso mesmo, todos esses frágeis argumentos são mitos e muitos deles são estimulados pela própria indústria de investimentos atual, que acha interessante manter o investidor na caderneta de poupança, ou em títulos de capitalização, ou em fundos com taxas de administração exorbitantes. A maioria desses produtos possui “saída na prateleira” por um motivo simples.

O investidor ainda aplica o seu dinheiro através de instituições com apenas uma marca, geralmente em seu banco correntista que oferece CDBs, fundos, previdências, etc, todos com a mesma marca.

Desafio algum dos leitores a pontuar um gerente que já tenha lhe oferecido um produto de outra instituição. Isso acontece porque são instituições monomarcas, seria como se você entrasse no supermercado e o shampoo, o sabonete, a pasta de dente e todos os outros produtos do supermercado fossem da mesma marca. Já imaginou como seria?

Conclusão

É exatamente assim que ainda acontece no mercado financeiro. Felizmente o conceito de shopping center financeiro vem ganhando maiores proporções e a cada dia mais instituições financeiras oferecem aos seus clientes produtos de investimento de diversas marcas em apenas uma plataforma.

Ou seja, através de apenas uma conta você consegue acessar produtos de investimentos das maiores instituições do país e do mundo, podendo assim comparar a melhor rentabilidade, a melhor taxa e as melhores características antes de aplicar.

Já era o tempo em que o investidor ficava refém da sua instituição correntista e se você não compra shampoo dessa forma, com certeza não vai mais querer investir assim. Busque hoje mesmo um shopping center financeiro e mude a sua forma de investir. Você sairá dessa busca muito mais informado e sem dúvida alguma conseguirá rentabilizar melhor o seu patrimônio. Boas compras!

-- PUBLICIDADE --

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *